Piscina de Siloé - a cura do cego de nascença


Piscina de Siloé - La curación del ciego de nacimiento

    Arqueólogos de Jerusalém descobriram os restos do tanque de Siloé, onde Jesus curou um cego
Caminhando, viu Jesus um cego de nascença. Os seus discípulos indagaram dele: Mestre, quem pecou, este homem ou seus pais, para que nascesse cego? Jesus respondeu: Nem este pecou nem seus pais, mas é necessário que nele se manifestem as obras de Deus. Enquanto for dia, cumpre-me terminar as obras daquele que me enviou. Virá a noite, na qual já ninguém pode trabalhar. Por isso, enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo. Dito isso, cuspiu no chão, fez um pouco de lodo com a saliva e com o lodo ungiu os olhos do cego. Depois lhe disse: Vai, lava-te na piscina de Siloé {esta palavra significa emissário}. O cego foi, lavou-se e voltou vendo. (João 9, 1-7) 

Piscina de Siloé – a cura do cego de nascença

A história diz que Jesus colocou barro nos olhos de um homem e disse-lhe para lavar nas águas puras da piscina. Ele fez e deu vista. Arqueólogos de Jerusalém descobriram os restos da Piscina de Siloé, onde a Bíblia diz que Jesus curou um cego.

Este milagre é muito interessante, pois ajuda a identificar as ligações entre as ações de Cristo e os antigos rituais judaicos. Em que é hoje o bairro árabe de Silwan, os arqueólogos começaram a tomar terra os restos da piscina. Há ainda corre a água no bebedouro que a traz de uma fonte natural nas proximidades.

Esta piscina foi usada pelos judeus para os rituais cerca de 120 anos até o final do ano 70, quando os romanos destruíram o templo judaico. Muitos dos atos de Jesus estão diretamente relacionados com rituais judaicos e cura do cego este é um caso em questão. Jesus pôs barro sobre os olhos do homem e disse-lhe para lavar nas águas puras da piscina, que restaurou a sua visão, como registrado no Evangelho de João, capítulo 9, 1-7. 


Durante os últimos quatro meses, os arqueólogos revelaram a área de 50 metros de comprimento piscina e um canal que trouxe água para ele a partir da fonte de Silwan. Há alguns anos, um caminho de pedra que conduz do templo ela foi encontrada. “Desde o momento em que encontrou este quatro meses atrás estavam cem por cento de certeza de que era a Piscina de Siloé’’, disse o arqueólogo Eli Shukron.
Stephen Pfann, estudioso da Bíblia diz que as águas desta piscina foram considerada tão pura que poderia curar até mesmo um leproso. Pfann dizer com certeza que Jesus escolheu para curar o cego com a mais pura água disponível, porque as pessoas com deficiência foi proibido de entrar no templo.

O local é na cidade de Davi e pode se visitar. É um lugar sagrado, porque Jesus já sabia que estava lá muitas vezes. Água pura que cura e água limpa simboliza o batismo que lava os nossos pecados. Nós sempre precisamos de água para limpar, e da mesma forma que esta piscina e a água são imagens de a necessidade de ter sempre a graça para nos purificar de nossos defeitos.

Disqus for Peque Monge Agostiniano